Dani Coimbra: Sucesso entre o Rio de Janeiro e o Nordeste

Créditos: Reprodução/Internet

Victor Hugo Cavalcante: Primeiro é um prazer poder recebê-la/o em nosso site, e gostaria de começar perguntando: Como surgiu a sua relação com a música e principalmente com o gênero proposto por você?

Dani Coimbra: O prazer é todo meu e muito obrigada pelo convite.

Meu pai sempre foi um grande amante da música. Como na minha infância não existia internet, passava os fins de semana ao lado dele ouvindo vinil.

Principalmente samba, bossa e MPB. Eu não pensava em ser cantora, na minha família não tem nenhum músico, então acredito que a música invadiu minha alma da forma mais natural.

Victor Hugo Cavalcante: No ano passado você e o compositor e intérprete da Imperatriz Leopoldinense Preto Jóia lançaram pelo YouTube, a música Maria escrita por Preto Jóia e Badico de Paula, como surgiu o convite para lançar esta música, e o que os fãs acharam dela?

Conheci o Preto numa gravação de um jingle político e a identificação entre a gente foi imediata.

Nesse mesmo dia ele me mostrou a música Maria e me convidou para gravar.

Ele curtiu tanto o resultado da gravação, que resolveu gravar o clipe.

Felizmente as pessoas se identificaram e curtiram bastante a musica, afinal, quem não tem uma Maria em sua vida né?

Digo que um dos grandes presentes que 2020 me trouxe foi ter virado amiga de uma pessoa que sou muito fã.

Victor Hugo Cavalcante: Você faz parte do Bloco Empolga às 9 como vocalista, conte-nos um pouco deste trabalho.

Fui convidada para entrar no Empolga no final de 2019, pelo mestre da bateria André Rios.

Sempre amei o Empolga, e fiquei muito animada em poder cantar com eles.

Fizemos um Carnaval de 2020 maravilhoso e emocionante.

O Empolga tem um repertório bem eclético, muito haver comigo e com as coisas que já canto.

Espero que essa vacina chegue logo pra gente voltar com força total.

Victor Hugo Cavalcante: O que nunca pode faltar em seus shows e nas letras das suas músicas?

Músicas fortes, alegres e com certo toque de deboche retratam a personalidade da típica carioca com toque nordestino que sou. (Risos)

Victor Hugo Cavalcante: Como você consegue driblar a ansiedade antes de entrar nos palcos?

Eu sou budista, então recito meu mantra Nam-myoho-rengue-kyo todos os dias e antes do show, enquanto estou me maquiando. Assim me sinto calma e confiante de que tudo dará certo.

Victor Hugo Cavalcante: Quantas músicas autorais e trabalhos audiovisuais você já possui e quem produziu os clipes?

Eu sou uma intérprete, que adora gravar músicas autorais de amigos e grandes compositores.

Tenho um CD gravado com seis músicas inéditas e quatro regravações.

Gravei dois clipes desse CD, da música Cara de Pau, clipe produzido por Rei Krauss e o clipe Teto de Palha, produzido por Daniel Curi.

Além disso, produzi sozinha uma série de clipes de covers para o meu canal do YouTube e fiz uma participação em uma música do rapper Nego Zu, e fizemos um clipe lindo Corpo e Pele.

Victor Hugo Cavalcante: Quais músicos que você mais se influencia e admira e no que eles te influenciam?

Djavan me fascina pela riqueza e diversidade de suas músicas. Ele vai do samba, ao pop, passando pelo xote.

Ele é o Brasil retratado em música.

E a cantora Elis Regina, pela intensidade de suas interpretações. Com certeza são os artistas que mais ouço desde sempre, e fazem parte do que me tornei como artista.

Victor Hugo Cavalcante: Quais as principais dicas que você dá para quem deseja algum dia se tornar cantor com o mesmo gênero musical de vocês?

Vá fazer outra coisa. Se fizer outra coisa, não se sentir feliz e ainda assim quiser ser cantor, saiba que perseverança e dedicação é a chave.

Se quiser ser cantor apenas pela fama, melhor também procurar outra coisa. (Risos)

Se não for por amor, por paixão, as chances de se frustrarem são enormes.

Se você se imagina feliz cantando para 10 pessoas, então você quer ser cantor.

Victor Hugo Cavalcante: Em sua carreira solo você se prepara para gravar um novo EP. Conte-nos o que podemos esperar deste trabalho.

Já gravei a primeira música desse EP e estou somente esperando a vacina para lançá-la.

Enquanto isso, estou acabando de selecionar as músicas para entrar em estúdio.

Posso adiantar que as músicas tem em comum mostrar a força e empoderamento da mulher atual.

Victor Hugo Cavalcante: Dentro do cenário brasileiro com o seu gênero musical, você costuma acompanhar algum artista com trabalho autoral?

Sim! No momento estou completamente viciada no Dani Black.

Sou muito fã do trabalho dele e ele veio pra ficar.

Victor Hugo Cavalcante: Conte-nos um pouco sobre como é a representatividade do gênero musical tocado por você na região onde mora?

Meu trabalho é muito a cara do carioca, então as pessoas curtem e se identificam bastante. E mesmo eles sendo os loucos do samba, adoram as misturas com pop e xote que coloco nos shows.

Victor Hugo Cavalcante: Qual foi o show mais fantástico de todos que você já fez?

Fiz inúmeros shows lindos, mas vou destacar dois, por terem me marcado de maneiras distintas.

O primeiro foi com o Empolga ás 9 na praia de Copacabana, cantando para aquele mar de gente. Indescritível estar em cima de um trio e vendo a massa pular. Surreal.

O outro foi o oposto, acontece quando estava cantando num bar e no final, uma senhora se aproximou de mim chorando, me abraçou e disse que aquela era a primeira vez que ela estava saindo de casa depois de seis meses e ter vencido uma doença.

Que ela estava muito grata que minha a voz a emocionou demais e marcou um novo recomeço em sua vida.

Eu nunca me esquecerei desse dia.

Victor Hugo Cavalcante: Conte-nos o que podemos esperar para os próximos trabalhos além do que já foi comentado nas perguntas acima.

No dia 20 de janeiro estarei lançando mais uma música com o Preto Jóia chamada Amor à Primeira Vista.

Estou regravando também uma música do Bebeto, que está um escândalo de linda.

Quem foi no meu último show no Bar da Alcione já conferiu. E, a pedido da galera que foi, resolvi gravar.

Enfim estou muito animada e tenho certeza que 2021 promete muita coisa boa!