Folkeando com Gaby Saiury: A arte está no sangue

Créditos: Gisele Silva

Victor Hugo Cavalcante: Primeiramente muito obrigado por nos conceder esta entrevista e gostaria de começar perguntando: Você á atriz e cantora mirim, mas afinal como começou sua relação pela atuação e canto?

Gabi Saiury: Eu que agradeço pela entrevista e pelo carinho.

Comecei a cantar desde novinha, tendo me apresentado na TV pela primeira vez com dois anos no Programa Raul Gil, até então morava longe no interior de SP (Andradina)

E devido à distância e o trabalho da minha mãe, não consegui vir para a capital. Mas nunca desisti.

Aos 07 anos fui convidada pela Dilsa Rodrigues da Agência Five de SP. Enfim aos 09 anos a Five enviou meu material e me pediu vídeos cantando para encaminhar para teste para o Musical Les Miserables onde fui chamada para fazer.

No teste concorri com 3.000 meninas e passei, daí que com dez anos interpretei a pequena Eponine no musical Les Miserables, que ficou em cartaz por um ano no Teatro Renault.

E comecei morar em SP, daí então voltei para palco do Programa Raul Gil. Inclusive recebi uma linda homenagem do programa com direito a surpresa com entrada no palco da minha prima Maísa do SBT. Desde então graças a Deus não parei mais de cantar, fazer várias campanhas publicitárias entre elas para Simenns , Lepostiche, Pucket e mais... Só de Catwalk (Evento de moda) é meu sexto seguido onde faço abertura cantando e eu amo.

Victor Hugo Cavalcante: Quais são os atores e cantores que te influenciam? No que eles te influenciam?

Atores tenho algumas referências que admiro muito. Mas a minha prima Maísa e minha ídola Anitta são minhas inspirações. Tenho vários cantores que admiro e gosto também e que me inspiram a lutar e a nunca desistir de meus sonhos.

Victor Hugo Cavalcante: Como foi que surgiu o convite de participação na novela As Aventuras de Poliana do SBT? Como foi poder fazer esta participação especial na novela?

Na novela fui convidada a fazer um teste pela Liliane Giorgio, onde eu dancei, cantei e toquei meu violão e passei no teste.

Fiz participação na sala de dança e canto e fiz a Ana Carolina. Foi muito legal e amei gravar.

Victor Hugo Cavalcante: Fale-nos um pouco sobre seus próximos trabalhos.

Meus próximos trabalhos serão como apresentadora de um programa infantil. Mas ainda está sendo tudo alinhado, e creio que dará certo, enquanto isso eu sigo cantando e fazendo aberturas de desfiles e eventos que amo.