Rotaract mostra que Vale a Pena Sorrir

Créditos: Rotaract Club de Guararapes

Victor Hugo Cavalcante: Primeiramente obrigado por nos conceder esta entrevista e gostaria de começar com a seguinte pergunta: Quando começou e como surgiu a ideia de fazer uma série de gravações para o Youtube sobre mulheres que venceram o câncer?

Rotaract Club de Guararapes: Nós que agradecemos a oportunidade de falar sobre este projeto! A ideia surgiu no início do ano com o vice-presidente do clube, Tiago Tesin, de fazer vídeos para motivar pessoas que estão passando por suas batalhas. Quando o projeto foi aprovado por todo o clube, passamos o mês de fevereiro planejando para executar toda a ideia em março. Os vídeos serão (todos) postados no Facebook.

Victor Hugo Cavalcante: Para vocês do clube qual a importância de ações e projetos que visem contar histórias inspiradoras na luta contra o câncer?

O objetivo é motivar. A motivação eleva a autoestima das pessoas e as impulsionam a querer melhorar, crescer e evoluir em todos os sentidos. E no caso do câncer, queremos que as pessoas tenham forças para conseguir a cura.

Victor Hugo Cavalcante: No dia 10 de março foi lançada a primeira história, conte-nos um pouco de como surgiu o convite para a depoente e como foram os bastidores da gravação do primeiro episódio.

A Murielli é amiga de alguns companheiros do clube, e muitas pessoas da cidade de Guararapes vinham acompanhando a sua luta contra o Linfoma de Hodgkin. Enviamos o convite e ela adorou a ideia. Acreditamos que não só os guararapenses, mas todas as pessoas devem conhecer uma história tão incrível como a dela.

Os bastidores foram ótimos, a Murielli é uma pessoa muito alegre e ela transmitiu isso para todo mundo, foi muito bom estar perto dela e entender que a vida é cheia de surpresas e significados.

Victor Hugo Cavalcante: O quanto esta ação e poder ouvir os depoimentos estão mudando a vida (pessoal e como rotaractiano) dos próprios associados do clube de Guararapes?

Acreditamos que poder ouvir histórias tão inspiradoras, está ajudando a todos a ter um olhar mais amoroso e empático com o próximo, além de ter em mente que podemos ultrapassar nossas barreiras.

A vontade de querer contribuir para melhorar nossa comunidade floresce cada dia mais.

Victor Hugo Cavalcante: Hoje no que e o quanto se mistura a vida dos associados com o programa para jovens do Rotary?

Mistura de forma integral, estamos sempre tentando exercer a liderança de forma correta, nos influenciam no comportamento e no ato de ser solidário. Vivemos o Rotary no dia a dia, através das ações dentro e fora do clube.