Exclusive os Cabides antecipa disco com psicodélico clipe Gato Preto

Créditos: Divulgação

Nome em ascensão do cenário independente de Santa Catarina, a banda Exclusive os Cabides chama atenção com uma sonoridade onde mescla influências da música brasileira e do rock com uma identidade alternativa e lo-fi.

Após lançarem dois EPs, eles se preparam para divulgar o primeiro álbum de estúdio Roubaram Tudo com o single e clipe Gato Preto.

A música está disponível em todas as plataformas de música digital e o clipe, no canal do YouTube da banda.

O vídeo foi feito em formato de uma animação stop-motion caseira realizada pelo guitarrista e vocalista João Paulo de Ávila Pretto simulando, com bonecos feitos à base de biscuit, um show da banda.

O resultado é uma apresentação psicodélica para o som de Exclusive os Cabides.

O projeto surgiu exatamente quando João decidiu dar vida a canções que anteriormente guardava para si.

 Ao compartilhar as composições com o amigo Mafra, que se tornaria o primeiro baterista da banda, ele foi convidado a participar de uma aula de prática em conjunto com o professor Marcio Bicaco, onde se uniu também ao baixista Kelmer Cunha.

Foi naquela escola de música que os primeiros sons foram formados no que viria a se tornar o grupo, com a adição de Antônio de Ávila dos Anjos na percussão e vocais.

Com a realização dos primeiros shows, veio a necessidade de um espaço de criação sem restrições.

Assim surgiu a Casa do Espanto, home studio montado na residência da avó dos primos João e Antônio.

A partir daí, novas demandas sonoras levaram à adição de Eduardo Possa, inicialmente assumindo o posto de baterista e que transicionou para a guitarra com a entrada de Ana Nasário na bateria.

As primeiras amostras do som de Exclusive os Cabides foram entregues com os EPs Para endoidar o cabeção (2019) e Demos Roubadas (2020), explicitando o caráter do it yourself de um trabalho cheio de personalidade, da sonoridade às letras bem humoradas.

A narrativa das faixas segue a história da própria banda, cuja trajetória foi permeada por imprevistos.

"Uma série de eventos 'catastróficos' nos atrapalhava toda vez que a gente tentava gravar as músicas. Goteiras dentro do estúdio, sumiço de peças da bateria e coisas estranhas em geral. A pior notícia veio em um belo dia quando Antônio disse: 'roubaram nossa interface, o PC e as músicas tudo'. Felizmente conseguimos outras formas de gravar nosso EP oficial, no Estúdio Ouié na Armação, outro lugar mágico da ilha", recorda João.

O processo criativo da banda amadureceu junto dessas transformações, e o resultado poderá ser conferido com o álbum Roubaram Tudo, a ser lançado em breve.

Gato Preto está disponível em todos os serviços de streaming de música.