III Mulheres na Travessa reúne mais de 40 artistas com foco na relação entre corpos femininos, deslocamentos e militância

Créditos: Divulgação

O III Mulheres na Travessa é um evento de mulheres realizadoras que busca promover arte, performance, música, poesia, feminismo, senso comunitário e transformação social através de diversas atividades culturais que acontecerão ao longo do dia 08 de setembro, domingo, na Travessa Roque Adóglio, das 13h às 22h. A entrada é gratuita.

A Travessa é uma viela transformada constantemente para estimular o encontro, a relação com a cidade e uma cidade mais justa, ampla e comunitária. Nesse local tão especial, a terceira edição do evento Mulheres na Travessa tem o objetivo de fortalecer mulheres por meio do encontro, ampliando as capacidades de escuta e proposição e estreitando laços de resistência às opressões. Durante todo o dia acontecerão rodas de vozes e tambores, performances, apresentações musicais, bate papos e a quinta edição do Sarau Nos queremos Vivas, com poesia feita por elas.

Reunindo mais de 40 artistas, pesquisadoras de várias áreas e militantes para pensarem juntas o que como o território, o trabalho, a saúde e a política impactam os corpos femininos e como são produtores de novas subjetividades e potencializadores de transformação social. Neste ano, o foco são os corpos de mulheres que se movem pelos territórios.

Corpos potentes que são capazes de transformar relações e espaços a partir de suas experiências de vida artísticas militantes, corpos que se inventam e se refazem nos enfrentamentos ao racismo, à misoginia, à violência sexista, à concentração das riquezas. Corpos ora fluidos, ora rígidos, corpos ativos que adoecem. O III Mulheres na Travessa quer acolher esses corpos para cuidar coletivamente de suas dores e celebrar sua urgência em existir.

Para a realização do evento foi montado um financiamento coletivo, que será revertido em ajuda de custo para as participantes e estrutura.