André Gandolfo: Florescendo a alquimia das palavras

Créditos: Divulgação

Victor Hugo Cavalcante: Primeiramente é sempre uma honra te receber no Folk e gostaria de começar com a seguinte pergunta: Como surgiu a ideia de escrever o seu mais novo livro intitulado Florescer: histórias que despertam a primavera da alma e porque ele tem este nome?

André Gandolfo: Gratidão em poder compartilhar com os amigos as nossas ideias, gratidão pelo convite. O novo livro traz algumas das histórias que comumente conto em minhas apresentações ao vivo, trazendo ao público reflexões sobre importantes aspectos da vida como educação, perdão, efetividade, família, afeto e amor.

Victor Hugo Cavalcante: Como foi poder lançar o novo livro na sexta edição Congresso Internacional de Educação que aconteceu recentemente em Votuporanga? Você já havia se apresentado em alguma edição do congresso ou em algum outro congresso voltado a educação?

Inúmeros. Acredito que, anualmente mais da metade da minha agenda é voltada à educação. Estar dialogando com os profissionais da educação é maravilhoso e faz-se profundamente necessário em tempos atuais e tão nefasto aos quais nosso país está imerso. É preciso recobrar a sanidade, não permitir que valores se percam, que a violência nos domine e que a normose não nos consuma.

Victor Hugo Cavalcante: O que diferencia o seu mais novo workshow homônimo ao livro Florescer de seus outros shows/palestras?

Minhas apresentações se transformam comigo, são reflexo do que sou. É claro que, ao passar do tempo, o aprimoramento se refine cada vez mais, mas a busca é sempre a mesma: falar de amor.

Victor Hugo Cavalcante: O que o público pode esperar tanto do seu novo livro quanto de seu novo workshow?

Humanidade, sinceridade e um amor sem fim.

Victor Hugo Cavalcante: Você lançou em maio de 2019 um financiamento online para produzir e lançar em 2022 (Como obra em comemoração aos 10 anos de carreira) seu primeiríssimo CD autoral intitulado Música de Bolso. Você já está trabalhando nos rascunhos deste projeto? Conte-nos um pouco sobre ele.

Sim, já está em fase de criação. A ideia é que seja lançado em 2022, ano em que comemoro 10 anos de carreira. Será produzido por meu amigo Plinio Oliveira, produtor musical e arranjador de altíssimo nível, nome este que ganhou um Grammy Latino em 2002, pelo show de Leny Andrade que produziu. No disco haverá apenas canções autorais que são lançadas em mídia física (CD), nas plataformas digitais e, principalmente em pendrives personalizados.

Victor Hugo Cavalcante: Você tem um projeto teatral chamado Contar e cantar, conte-nos mais sobre ele e sua visão da importância deste projeto voltado ao público infantil da área escolar.

O projeto Contar e Cantar é uma idealização minha e de minha futura esposa (Karen Rodrigues), em que levamos às crianças uma contação de histórias dinâmica e inovadora, que mescla teatro de fantoches, diálogos com as crianças e canções infantis. É preciso falar às sementes.

Victor Hugo Cavalcante: Você também está lançando o livro infantil Laboratório: A alquimia das palavras, como surgiu a ideia deste livro e como foi cria-lo juntamente com a professora Karen Rodrigues?

O novo livro, voltado ao público infantil, é uma extensão do projeto Contar e Cantar, onde brincamos com as palavras por meio dos poemas ilustrados que remetem à poesia concreta.

Victor Hugo Cavalcante: Quais são as próximas novidades para o segundo semestre de 2019?

Teremos os shows de natal com as crianças do meu coro Grupo Vocal Nós e Voz, o lançamento do livro infantil em Campinas/SP, e dezenas de apresentações!