Blog Thayama Matos: A experiência contra o preconceito contada em linhas virtuais

Créditos: Divulgação

Victor Hugo Cavalcante: Primeiramente obrigado por nos conceder esta entrevista e gostaria de começar perguntando: O foco principal do seu blog é sobre sua vida pessoal enquanto PCD (Pessoa com Deficiência), nele você disse que o criou para que pudesse tratar do assunto mostrar como é a sua vida para quem não tem nenhuma deficiência, afinal, para você enquanto PCD qual é a importância de cada vez mais termos uma também inclusão virtual e falar sobre isso em blogs e sites? Por quê?

Thayama Matos: Acredito que a inclusão de uma forma geral, é um assunto importante dentro de uma sociedade e que deve ser tratado com frequência. Nós vivemos numa sociedade onde as pessoas costumam pregar muitas coisas sobre amor ao próximo, acolhimento e inclusão, mas a realidade é que poucos colocam isso em prática. Muitas vezes por falta de empatia com a situação do outro e, por falta de conhecimento também.

Falar sobre isso trazendo algumas experiências é uma forma de fazer com que as pessoas possam conhecer, compreender e aceitar melhor. No mundo globalizado e totalmente dependente das tecnologias como o que vivemos hoje, a internet e as redes sociais são as melhores ferramentas que temos para fazer isso acontecer e precisamos aprender a usá-las ao nosso favor.

Victor Hugo Cavalcante: Você é formada em publicidade na Estácio, e também escreve para o site Geek Guia, como isso influencia no tema e na maneira de escrever em seu blog?

Eu sempre me interessei pela área de comunicação, desde muito pequena eu sempre gostei de criar coisas, inventar moda e principalmente de escrever. A minha condição física foi uma das motivações para que eu ingressasse na faculdade de comunicação, desde cedo eu sempre me perguntei por que não haviam propagandas voltadas para pessoas como eu, que tivessem limitações.

Nunca entendi porque nosso estereótipo era sempre associado à consequência de um ato irresponsável, como por exemplo, dirigir bêbado. Quando eu entrei para a faculdade eu queria mostrar para o mundo que, uma pessoa com deficiência é alguém como qualquer um, com necessidades iguais a qualquer um, dependente da limitação. Então porque não ter um comercial de roupas com pessoas especiais, ao invés de sempre associá-las a algo depreciativo? Isso era frustrante!

Os meus textos para o Geek Guia são relacionados à cultura pop, algo um tanto quanto distante do tema que me propus no blog. Mas, tem sido um divisor de águas para mim, pois eu estou podendo testar minhas habilidades de escrita dia após dia e isso, por consequência acaba influenciando a forma como escrevo para o meu próprio blog.

Victor Hugo Cavalcante: Em uma de suas postagens do blog você explica o porquê de ter feito um hiato no blog, mas, afinal como foi esta experiência de hiato, e no que você pôde pensar em relação com o blog neste tempo?

Sinceramente? Foi algo bem aterrorizante para mim, já que escrever sempre foi a minha válvula de escape para os momentos difíceis, mas ao mesmo tempo foi bastante esclarecedor. Eu pude me conhecer melhor, me entender melhor para que então eu voltasse renovada e pudesse dar o melhor de mim como meus leitores merecem.

Sempre achei que ter um blog (apesar de todas as responsabilidades que vem com ele), deve ser algo divertido, um compromisso que devemos ter desde que estejamos confortáveis, senão, não funciona. E foi isso que eu pude perceber e entender durante o tempo que fiquei longe.

Victor Hugo Cavalcante: Quais os tipos de assuntos que você mais curte escrever sobre no seu blog e o porquê desta preferência?

Além do tema principal, eu amo falar sobre livros, organização, cinema e coisas do tipo. Coisas que no geral eu consumo e gosto bastante. Acredito que um blog seja a extensão de quem o escreve, então devemos mostrar a nossa essência. Essas são coisas que fazem parte da minha.

Victor Hugo Cavalcante: O que os seus leitores podem aguardar dos próximos textos publicados?

Eu busco sempre produzir conteúdos de boa qualidade pra quem me acompanha, tento sempre colocar um pouco de mim em tudo o que faço. Então, acredito que eles vão gostar bastante das novidades que estou preparando. Conteúdos que todo mundo gosta de ver (ou precise ver), com um toque especial só meu, para eles.