Vestibular: Uma história tragicômica da era pré - universitária

Créditos:

Victor Hugo Cavalcante: Primeiramente muito obrigado por nos conceder esta entrevista e gostaria de começar perguntando: O seu novo livro lançado chama-se Vestibulandos - Histórias Tragicômicas, ilustrado por Mauricio Pierro. A foi construída através de depoimentos concedidos à autora e traz uma linguagem descontraída, que dá leveza a um tema que deixa os jovens tão "pilhados". Mas, afinal como surgiu a ideia de escrever o que os jovens vestibulandos passam?

Ivana Arruda Leite: Eu colecionava casos engraçados de vestibular. Um dia, numa mesa de bar, comecei a contá-los para um amigo editor que achou o tema interessante e me propôs publicá-los.

Além de escritora você é mestre em Sociologia pela Universidade de São Paulo, então perguntamos: Qual dica você daria para o vestibulando poder se preparar para os vestibulares e para o Enem? Afinal há alguma fórmula mágica para se preparar e ir bem nestes exames?

A dica que eu daria é a conhecida: estude muito, dedique-se integralmente ao seu propósito, diminua os passeios, as baladas, as viagens. Mas antes disso tudo, eu diria: esteja certo de que a sua escolha é a que vai te fazer feliz porque não adianta nada tanto esforço pra depois você abandonar a faculdade por falta de conhecimento ou vocação. Não tenha pressa na hora de decidir que curso fazer.

O livro contém, como já dito, ilustrações feitas por Maurício Pierro, como vocês se contaram?

A ilustração foi decisão da editora. Eu nem conheço o Maurício, embora tenha gostado bastante das ilustrações.


Quantos livros seus foram lançados no exterior?

Participei de algumas antologias no México, na Argentina, Itália, Portugal. Em todas elas com contos de meus livros. A temática gira em torno de relacionamentos afetivos, com foco na mulher.

Quais seus livros favoritos de outros autores? E quais seus autores favoritos? No que tais obras e escritores influenciam na sua forma de escrever?

Muitos autores me influenciaram. Nos contos, posso citar Julio Cortazar, pra mim, o grande mestre do gênero, além de Lygia Fagundes Telles e Clarice Lispector. No romance gosto de Philip Roth, Amós Oz, Sandor Marai e outros tantos.

Além do lançamento do livro Vestibulandos - Histórias Tragicômicas, quais há outra novidade literária vindo por aí? Conte para a gente.

Sim! No dia 07 de novembro lanço meu terceiro romance: Breve passeio pela origem do homem, onde uma professora de paleontologia narra o percurso que o gênero humano fez até chegar ao bicho homem que somos hoje.