Coisas importantes para mim: Eu sou canhoto

Créditos:

Desde que nasci, meus pais perceberam que eu tinha uma predisposição para usa a mão esquerda. E imediatamente pessoas falavam que isso era ruim, e mais que isso, que quem na vida usava a mão esquerda era esquisito, trapalhão, desajeitado, e por aí vai. Mas meus pais nem ligavam e deixavam isso ocorrer naturalmente. 

Na minha época de escola, desde a primeira série, nem nas salas de aula, tinha mais que uma carteira para canhotos. E era bastante desconfortável ter que eu mesmo sair atrás de carteira pra canhoto. 

Mas nem por isso me desanimava. Tanto que certa vez, ganhei aos 9 anos, uma disputa de gincana escolar de abrir latas, usando o abridor ao contrário, só pra poder ter o gosto de dizer até pra professora, eu posso fazer o que eu quiser. 

Também ganhei vários concursos de desenho à mão livre, usando a mão esquerda. Meus principais textos, escrevi com a mão esquerda, assinei contratos importantes com a mão esquerda, como a certidão de nascimento do meu filho, a certidão do meu casamento. Sempre ouvi que canhoto pensa diferente, que age diferente. Aliás na idade média ser canhoto era algo grave.

E porque afinal de contas falei isso tudo? Porque se algo tão banal como a escolha do uso da mão mais hábil, já me causou tanto constrangimento, imagine o quanto que pessoas sofrem por preconceitos diversos só porque elas desejam deixar fluir seu jeito de ser? Chegamos a um ponto em tudo está passando por preconceito, tudo é alvo de críticas, tudo é passível de se jogar pedras. E essas atitudes fazem nossa sociedade andar para trás em direção à Idade Negra da Inquisição. 

Pessoas felizes, não causam incômodo, e a convivência se torna melhor, e tudo ocorre com menos traumas. 

Deixe de lado os seus pré conceitos sobre a vida alheia, foque na sua vida, e perceba o quanto de tempo precioso você traz para si próprio. E seja feliz ! 

Sinta-se cumprimentado por mim com minha mão esquerda!