Reciclador: A quem eu sempre irei render meu respeito

Créditos:

Hoje mais uma vez em pleno centro de São Paulo, me deparei com uma cena exatamente igual a essa.

E toda vez que vejo essa cena, eu cumprimento a pessoa e curvo minha cabeça pra ela.

Não! Não é para evitar o que vejo, mas sim, eu internamente faço uma reverência à essa pessoa, à fibra e dignidade que uma pessoa dessa tem, e que supera e muito a da grande maioria das pessoas que conheço, e em muitas vezes a minha.

O catador de latinhas ou reciclador, é um homem que não se diz vítima da sociedade, não pede esmolas na rua, não aceita a derrota que a vida, a economia nacional, o esquecimento dos órgãos públicos ou o que a política egoísta e corroída lhe impõe. 

E jamais pensa que o que chega a carregar, está pesado demais, pois no final do dia, o que ele alcança de lixo em lixo, de chão em chão, permite o seu sustento e na maioria das vezes sustento daqueles que dele dependem.

E também daquele cachorrinho que sempre o acompanha sempre muito feliz.

Esses caras, acordam cedo e pensam: "Hoje eu vou faturar!", andam muitos quilômetros a torto e a direito, e vibram quando conseguem encher uma sacola, que no caso, valem poucos reais, mas essenciais ao seu sustento e vida.

Daí eu vejo gente reclamando de sair de casa se vai chover, reclamando de qualquer dorzinha besta pra não trabalhar, que mente pra conseguir o que quer, que reclama de relacionamentos, ou que ficam, maquinando safadezas pra prejudicar os outros, ou trocando suas vidas por ficar cheirando drogas. 

E essas pessoas que literalmente puxam carroças, nem sequer dão tempo pra choros ou chororôs, e se choram, o fazem sem que ninguém perceba.

Um homem ou mulher "catador de latinhas" é sim, um fabuloso exemplo para seus filhos dentro de casa, pois demonstra que haja o que houver há ainda uma saída e um trabalho a ser feito. É um verdadeiro cidadão, porque o que faz ainda é favorável ao meio ambiente.

Pelo meu filho eu sei que faria qualquer coisa, e por entender isso sei que cada pessoa dessas, também faz o que faz por uma motivação digna. São pessoas que não se corrompem, não vão para caminhos errados, e não pegam nada que não seja permitido.

Por isso hoje e para o resto da minha vida, sempre que pelo meu caminho passar um desses verdadeiros brasileiros, farei o mesmo gesto de reverência, porque eles merecem todo respeito e admiração!